Fighting Light Pollution – Scientific Evidence Instead of Weapons


| | |

The Judean Desert, or the Judean Wilderness as it is has been known throughout history, is one of the world’s smallest, yet most unique desert regions with approximately 1,500 square kilometers, is located in Israel and the West Bank that lies east of Jerusalem and descends to the Dead Sea. Major urban areas in the region includes Jerusalem, Bethlehem, the Gush Etzion, Jericho and Hebron. For being so small, the night sky can be easily affected by light pollution coming from those cities and villages. The image features an abandoned war tank, near a military base located in the middle of the desert, taken in one night filled with dust and mixed with some fog. This hazy scene leads to reveal the worst effect of light pollution as it is spread against the night sky which fade out most of the brightest stars, a major effect that nowadays affect most of the metropolitan areas and the largest cities where most of the world’s population lives. Fighting the increasing light pollution – not with weapons, but with proofs given by studies and irrefutable evidences – is now one of the modern battles that scientists in different fields, environmentalists and the astronomy community are facing to raise awareness among politicians, companies, entrepreneurs and world leaders about the problem of bad and strong illumination. Changing the natural light of any environment can have devastating effects in our human healthy, on the plants, animals and natural life also increasing the energy consumption and washes out our view of the Universe in unnecessarily way.

Biblically and throughout history, the Judean Desert has been an important, and much documented place. It was the main entry route to the Holy City of Jerusalem from the east, and Moses famously looked out across it, and the Holy Land into which he never entered, from the Moab Mountains of Jordan which lie across the Dead Sea from Israel. Scripture from the Bible reveals in this desert wilderness one the most important victories in the life of Jesus is when He overcame temptation after his baptism by John the Baptist. Immediately the Spirit drove Him into the wilderness. And He was there in the wilderness forty days, tempted by Satan, and was with the wild beasts; and the angels ministered to Him.” (Mark 1:12-13).

PT: O Deserto da Judeia, ou “Judean Wilderness” como é conhecido ao longo da história, é uma das menores e mais exclusivas regiões desérticas do mundo, com aproximadamente 1.500km quadrados, localizado em Israel e na Cisjordânia, fica a leste de Jerusalém e desce em direcção ao Mar Morto. As principais áreas urbanas da região incluem Jerusalém, Belém, o Gush Etzion, Jericó e Hebron. Por ser tão pequeno, o céu noturno é facilmente afetado pela poluição luminosa proveniente dessas cidades e povoações. Na imagem é possível ver um tanque de guerra abandonado, perto de uma base militar localizada no meio do deserto, numa noite envolta em poeiras e que se misturam com algum nevoeiro presente. O cenário nebuloso em pano de fundo, permitir revelar o pior efeito da poluição luminosa, à medida que esta se espalha contra o céu noturno desvanecendo a maioria das estrelas mais brilhantes. Um efeito importante que afecta hoje em dia a maioria das áreas metropolitanas e as grandes cidades onde vive a maior parte do população mundial. Lutar contra o aumento da poluição luminosa – não com armas, mas com estudos e evidências científicas irrefutáveis ​​- é hoje uma das batalhas modernas que cientistas de diferentes áreas, ambientalistas e a comunidade astronómica internacional enfrenta, para tentar conscientizar políticos, empresas, empresários e líderes mundiais sobre o problema da má e forte iluminação pública. Mudar a luz natural de qualquer ambiente pode ter efeitos devastadores em nossa saúde humana, nas plantas, nos animais e na vida natural, aumentando também o consumo de energia e eliminando desnecessariamente nossa visão do Universo.

Biblicamente e ao longo da história, o deserto da Judéia tem sido um lugar importante e muito documentado. Foi a principal rota de entrada para a Cidade Santa de Jerusalém a partir do leste, e Moisés ficou famoso por ela e a Terra Santa na qual ele nunca entrou, das Montanhas Moabe da Jordânia que estão do outro lado do Mar Morto, vindo de Israel. As escrituras da Bíblia revelam que neste deserto uma das vitórias mais importantes na vida de Jesus foi quando “ele venceu a tentação após o seu baptismo por João Batista. Imediatamente o Espírito levou-o ao deserto; e esteve no deserto quarenta dias, tentado por Satanás, e estava com as feras; e os anjos ministraram a ele ”(Marcos 1: 12-13).

Technical details | Detalhes Técnicos

A single frame with a Canon 6D | 24mm at f/8 | ISO1600 | Exp. 30 secs.

BUY IT NOW | COMPRAR AGORA

 

Copyright 2019 © All rights reserved to the author Miguel Claro | The website content is primarily in english, and partially in portuguese: en | pt