Solar Chromosphere in Great Activity


| |


Recently the Sun as featured a small group of sunspots belonging to the new Solar cycle 25, indicating a new growing cycle of its activity. The image captured from my backyard last December 3, 2020 around non with a Solar Ha telescope – at the wavelength of Hydrogen-Alpha – reveals an active surface showing three Active Regions named AR2790, AR2786 and AR2785. Near the sunspots (here seen as white dots due to the inversion) is also visible some plages (visible here as bown dark areas). The image also shows in great detail, spicules and supergranulation in the surface of the Sun. Granules, as well as sunspots, appear in a layer we call the Photosphere (sphere of light). Being from this same surface that emerges all the light we visually see, leaving our star, it is involved in the Chromosphere (sphere of color), which is the place where we can observe gas filaments visible on the image and solar Prominences, where Solar Flares do occur. With a diameter of 1,392,000 km, our Sun is composed of 73% Hydrogen, 25% Helium and 2% from heavier elements. The image is also featuring many prominences spread around the solar limb, in the Chromospher.

PT: Indiciando um novo ciclo crescente da sua actividade (ciclo Solar 25) a imagem que captei no passado dia 3 de Dezembro de 2020 por volta do meio-dia com um telescópio Solar Ha – no comprimento de onda do Hidrogénio Alfa – revela uma superfície muito activa mostrando três Regiões Activas nomeadas de AR2790, AR2786 e AR2785. Perto das manchas solares (aqui vistas como pontos brancos devido à inversão) também são visíveis algumas “praias solares”, regiões brilhantes na cromosfera situadas próximo das manchas (vistas na imagem como áreas escuras devido à inversão). A imagem também mostra a superfície supergranulada do Sol e repleta de espículas em grande detalhe. Os grânulos assim como as manchas solares, aparecem numa camada a que chamamos a Fotosfera (esfera de luz). Sendo desta mesma superfície que emerge toda a luz que vemos sair visualmente da nossa estrela, está envolta na Cromosfera (esfera de cor), sendo o local onde podemos observar Filamentos de Gás como os que são visíveis na imagem e Protuberâncias Solares, ou Proeminências, regiões onde ocorrem as chamadas “explosões solares”. Com um diâmetro de 1.392.000 km, o nosso Sol é composto por 73% de Hidrogénio, 25% de Hélio e 2% de elementos mais pesados. A imagem captada a partir do meu terraço, revela assim uma série de intensas protuberâncias  que se espalham à volta do limbo solar, na cromosfera.

 

Technical details | Detalhes Técnicos

LUNT LS100T Ha | AZ-HEQ5GT | ASI178MC | Stack of 200 frames in very good seeing conditions (1 arcs). Alentejo, Portugal.


BUY THIS PRINT | COMPRE ESTA IMPRESSÃO

Copyright 2020 © All rights reserved to the author Miguel Claro | The website content is primarily in english, and partially in portuguese: en | pt